quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

E substituimos expressões fatais como "não resistirei" por outras mais mansas, como "sei que vai passar". Esse o nosso jeito de continuar, o mais eficiente e também o mais cômodo, porque não implica em decisões, apenas em paciência.



Caio Fernando Abreu.

Nenhum comentário: